sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O despojamento elegante do Mercado 153

Por Lucas Lima
Imagens: Beto Figueiroa

A união entre despojamento e requinte tem sido a tônica de alguns dos últimos estabelecimentos abertos no Recife. A idéia sempre é apresentar um cardápio mais leve, sem tantas inovações que possam ser consideradas estrambóticas. Assim, surge um menu com cara mais popular, acrescidos detalhes de apreço, e um custo ao consumidor que fica no meio-termo entre o caro e o barato. O Mercado 153, no Shopping Tacaruna, provavelmente se encaixa nesse perfil.

A decoração do espaço é simples, e tenta dar um pouco a cara de mercado, mas quem assina é Romero Duarte, responsável mais uma vez por ambientes na Casa Cor PE. As mesas de madeira trazem no tampo pinturas feitas em azulejos brancos, algo também singelo. Mas cada mesa tem uma imagem distinta, todas assinadas pelo artista plástico pernambucano Ferreira. Sem falar no investimento inicial de R$ 500 mil para colocar a casa para funcionar.

A junção entre os opostos continua no cardápio, assinado pelo chef Liberato, o mesmo primoroso das unidades do Couvert. Relembrando os costumes paulistas, sanduíches com mortadela. Mas há também o de lombo, que leva tomate seco, pasta de queijo e frios de frango. O custo médio deles é de R$ 5. Entre os pratos principais, várias opções de preparadinho [para os entendidos, arrumadinho], como o de carne seca acebolada com macaxeira frita, farofa e vinagrete de feijão [R$ 10,80 – foto 2]. Se a busca é por algo mais "classudo", há o Box 24 [todos os pratos são intitulados “Box”, mudando apenas a numeração], feito com filé de peixe grelhado, enriquecido de mexilhões, lulas, camarões e pomodoro com arroz de polvo [R$ 19,80, o mais caro].

Como em uma delicatessen, várias opções de frios, para quem quiser aproveitar e levar algo para casa. Além da mortadela [a partir de R$ 2,40 – 100g], antepastos, inclusive de lagarto, e carpaccio. Se a pedida é cerveja, há também. Diferenciadas, claro. No menu, consta rótulos brasileiros, argentinos, alemães, belgas e uruguaios. Vai da Stella Artois, passando pela Original e chegando na Leffe Blond. Tudo para agradar os que não só bebem, mas apreciam.

Em suma, o Mercado 153 tem um pouco a cara de um boteco de esquina mais arrumado, com detalhes de casas sofisticadas. Lá, os preços não são caros, mas também não tão módicos como os de um mercado. A única coisa que não fica no meio termo é a qualidade do serviço e das comidinhas oferecidas, que, sem dúvida, estão na escala do ótimo.

Serviço
Av. Agamenon Magalhães, 153, Santo Amaro, 1º piso do Shopping Tacaruna, - Recife
Horário de funcionamento: das 9h às 22h [segunda a sábado] e das 12h às 20h [domingo]
Fone: (81) 3231.3678

Um comentário:

Sam disse...

deve ser bem interessante a mistura mercado com shopping.
=*