segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Tapioca para (quase) pernambucano nenhum botar defeito

Por Eliza Brito
Imagem: Cacimba de Letras

Pernambucano é povo exigente, principalmente quando diz respeito às coisas que acreditamos fazer melhor do que outros povos. Quem faz a melhor tapioca? Eu não me atrevo a responder, mas meu amigo Lucas não titubeia, “a tapioca daqui é muito liguenta... Prefiro a de Olinda”. Eu, filha de potiguares, também não me atrevo a discordar, mas a verdade é que adoro a tapioca da “Casa da Tapioca”, em Tabatinga, Litoral Sul do Rio Grande do Norte.

A famosa é preparada pela mesma família há 62 anos, mantendo o modo de preparo rústico e caseiro, que torna o lugar e a iguaria ainda mais valiosos. E para quem gosta de recheio, melhor nem passar perto, tapioca para dona Maria Cícera – a matriarca da família – tem que ser de leite e coco. A delícia, que custa R$ 1,50, alimenta melhor do que um prato de comida.

Para quem não gosta de tapioca, o lugar oferece bolo de batata doce e grude, que custam R$ 1. Eu recomendo os dois, principalmente se o intuito for conhecer peculiaridades da culinária Potiguar. E depois da farra gastronômica, nada como um banho no mar de Búzios ou de Pirangi. A experiência vai ficar na memória.

Serviço
Rua Central de Tabatinga, s/n, Barra de Tabatinga – Nísia Floresta – RN
Fone: (84) 3230.2248
Horário de Funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 19h e sábados e domingos, das 6h às 19h.
Não aceita cheque nem cartão de crédito

Um comentário:

mari. disse...

Lizinhaa... acho tudo o grude do RN!! Essa praia é tão pertinho de Natal e bem rústica! Adorei a matéria!

beijO!