quinta-feira, 15 de abril de 2010

O café do pássaro

Por Eliza Brito
Imagem: Google

Eu nunca tinha ouvido falar, mas mais do que aprovei a delícia. O café do Jacu é mesmo maravilhoso! A história é a seguinte: nas fazendas de cultivo de café do Espírito Santo, um pássaro chamado Jacu [foto], que se alimenta apenas de folhas e frutos, começou a comer os grãos maduros do café. Após a digestão, ele defeca os grãos, que depois de limpos, são ensacados. O resultado é uma bebida aveludada, aromática e marcante.

O Cacimba foi convidado para um degustação, realizada pelo Coffe Center, e, durante a ocasião, além de provar da novidade, descobri que muitos cafés levam misturas desagradáveis no momento da torra, por isso saem mais baratos. Segundo o barista Jonathan Silva, nada pior do que os extra fortes, pois são os que mais disfarçam as misturas.

Aprendizados a parte, nada como um bom café. E o do Jacu não deixa dúvidas da qualidade. Mas, como quase tudo que é bom, custa caro. Em algumas cafeterias, uma xícara de café do Jacu sai por R$ 14. Ficou curioso? Vale a pena provar. E qualquer dúvida é só ligar para o Coffe Center: (81) 3462.7573 ou 3462.4432.

3 comentários:

Márcia disse...

Ok, R$ 14 pra tomar café originado na bosta do passarinho? hahahaha :P

anabrito disse...

Café "cagado", eca! Bjs

Cristina disse...

Visitei a antiga Bolsa do Café em Santos e aprovei o café em questão.
Pensem bem, consumimos coisas que nem sabemos de onde veem...