segunda-feira, 21 de julho de 2008

O Bragantino e o bolinho de bacalhau

Por Lucas Lima
Imagem: Cacimba de Letras

Eliza é gulosa. Basta alguns minutos em sua companhia para saber que tal afirmativa é verdadeira. Com ela não há tempo ruim para garfadas, mesmo que surjam as velhas reclamações femininas sobre quilinhos a mais. Há dois sábados, escutei a seguinte frase dela: “esse é o melhor café do mundo”. Tratava-se da simples mistura de bolinhos de bacalhau com café, em uma manhã ensolarada no Mercado da Encruzilhada. Verdade que não era qualquer bolinho de bacalhau, era o do O Bragantino.

Os segredos de preparo da iguaria, crocante por fora, molhadinha por dentro e pouco oleosa, foram trazidos da região de Trás-os-Montes, em Portugal, por seu Manoel. Dos seus 68 anos, 42 foram vividos no Brasil. Morou primeiro em São Paulo, onde trabalhou como kombeiro, padeiro e vendedor de frios. Chegou ao Recife em 77, mas só fundou o estabelecimento que lhe rendeu fama há 19 anos.

O carro-chefe da casa, com a unidade custando R$ 1,50, só é servido de sexta a domingo, quando há mais saída da iguaria. E nem adianta pedir que seu Manoel não abre exceção! Nos fins de semana também há a salada de bacalhau, preparada com azeitonas, ovos, batata, cebola e salsa. Os que quiserem, podem pedir uma porção de arroz, mas o certo mesmo é acompanhar com pão da serra, diz seu Manoel.

Durante a semana, o cardápio do O Bragantino é recheado de pratos tradicionais da nossa terra. Segunda é dia de cozido e guisado; terça, galinha a cabidela e bife; quarta, dobradinha e fígado; quinta, cabrito guisado e galinha; sexta, peixe frito e ao coco e bisteca. Os preços ficam entre R$ 6 e R$ 14.

O sábado é dia da boa feijoada e, aos domingos, do arroz de polvo. O Bragantino abre todos os dias a partir das 6h e só fecha perto das 18h, exceto aos domingos, com funcionamento até às 13h. Para os que querem almoço com pedidas sem erro ou um café da manhã diferente, simples e “inesquecível”.

Serviço
Rua Dr. José Maria, S/N, Encruzilhada – Recife
Fone: (81) 3426.3411

2 comentários:

Breno disse...

Há bolinhos melhores, vale salientar. Não os de bacalhau, claro.

E, ei, por que não desativam essa verificação de palavras? Acho chato. E não devo ser o único.

Lucas Lima disse...

verei como se faz isso!