sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Pedidos e mudanças pelo Flor do Coco

Por Lucas Lima
Imagens: Cacimba de Letras

A chef belga Brigite Anckaert é uma simpatia. Com um olhar doce e sorriso meigo, passeia pelas mesas do Flor do Coco, falando um pouco dos seus pratos e sabendo diretamente do cliente se tudo está ocorrendo nos conformes. A cozinha fica visível a qualquer um. Brigite realmente não tem nada a esconder. Ao contrário. Tudo deve ser bem visto, para atiçar a curiosidade pelos temperos provenientes de seu reduto de criação.

O cardápio da casa é bem variado e a chef faz questão de sempre ter trunfos para oferecer ao público. São pratos que ela gosta e outras criações que deseja mostrar a todos. Por semana, ou a cada quinze dias, algo novo é oferecido. Nossa entrada, por exemplo, estava na sua lista de surpresas. Abacate acompanhado de camarão e lagostinhas com molho de maioneses e ervas [R$ 25]. A entrada é individual, mas se for dividir, sem dúvida ela pode preparar algo um pouco maior, acrescentando até uns tomates e alface, como degustamos [foto 1].

Esse também pode ser outro diferencial. Pequenas adaptações nos pratos são realizadas sem cara feia ou reclamações. Contando que não seja algo que não combine de jeito nenhum, como disse Brigite. Sendo plausível, qual o motivo de não agradar o cliente? Mas não se preocupe. As combinações por lá são bem pensadas, como a codorna desossada com mangas flambadas no conhaque [R$ 30 - foto 2]. Acompanhando, arroz com castanhas. No nosso caso, ainda veio um purê de batata-doce, deixando o prato todo com tons agridoces.

Na hora da sobremesa, mais uma surpresa. Fondant de chocolate [R$ 14 - foto 3], uma torta de chocolate meio amargo acompanhada de sorvete de creme e calda de chocolate quente. Há ainda o toque da calda de cereja. Apreciamos a sugestão com sorvete de café, para continuar saindo da linha, e caindo em tentações divinas.

MENU Para não dizer que não falamos do cardápio real do Flor do Coco, lá vão as sugestões: para entrada escolha o coquille de frutos do mar ao vinho branco e com champignons frescos [R$ 24], seguindo com o Magret de pato poivre vert [peito de pato com pimenta verde - R$ 35] ou o de Pato com maça [R$ 34]. Para finalizar, sorvete de coco com baba de moça ou sorvete de café irlandês, ambos por R$ 13. A viagem pelos sabores é garantida.

Serviço
Rua do Amparo, 199, Amapro - Olinda
Horário de Funcionamento: todos os dias, das 19h às 23h. Almoço aos domingos, das 12h às 15h
Aceita todos os cartões, exceto o Hipercard

2 comentários:

Sam disse...

Brigite é um amor.. e a comida dela, huuuuuuuum.. sem comentários.
É uma boa pedida, sempre.
:)

PedroXavier disse...

Eliza! :) Finalmente acessei teu blog, tá vendo? Ó, li um post que tu fizesse sobre o Café Vienense... pela foto parece ser uma maravilha :) Vamos combinar de almoçar essa semana no Paço? Encontrei Naira ontem por lá :) Beijão

Pedro