segunda-feira, 7 de julho de 2008

Jóia comestível

Por Eliza Brito
Imagens: Cacimba de Letras

Faz tempo que o Mercado da Madalena é uma referência gastronômica do Recife, mas foi a menos de sete anos que Artur Pessoa (44) trocou o ouro por carne de sol para produzir as suas jóias. O cozinheiro, que passou muitos anos exclusivamente como designer de moda, decidiu abrir o Box no Mercado depois de perder tudo em um assalto. O susto e o prejuízo foram superados por criações gastronômicas deliciosas e premiações pelas suas verdadeiras obras de arte.

Em 2005, o prato de costela no bafo do Artur ganhou o título de melhor petisco do ano pelo Festival da Gula, hoje suplantado pelo Roda de Boteco. Em 2007, o cupim na lingüiça recebeu nota 10 no Festival Roda de Boteco. Hoje, a Fava Frita com Carne de Sol é um dos pratos mais recomendados por freqüentadores assíduos dos mercados recifenses. Também pudera, é uma combinação perfeita entre carne de sol, queijo coalho assado e fava frita temperada, que dá água na boca só em lembrar. Agora quem precisa regular o colesterol deve tomar cuidado, porque o prato é gorduroso.
.
Se as jóias personalizadas de Artur forem tão bonitas quanto as receitas dele são saborosas, vale mais do que a pena conferir. O difícil vai ser comparar os preços. Um prato de fava frita com carne de sol, por exemplo, serve bem quatro pessoas e sai por R$ 19, mas mata de inveja qualquer apreciador da boa comida, do mesmo jeitinho que uma jóia elegante impressiona até o mais simples observador. Resta pesar as conseqüências e se entregar a tentação, seja ela comestível ou não.
.
Serviço
Mercado da Madalena : Rua Real da Torre, s/n
Fone: (81) 8844.0036

Um comentário:

Josimar disse...

Adoro o blog de vocês.
A única coisa ruim em ler o que você escreve é que aumenta a saudade.
Não conhecia a fava frita!
Beijão,
Josimar Parahyba.