quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Falando no Assucar

Por Eliza Brito
Imagem: Google

A semana inteira pode ser comendo salada, mas aos sábados é sempre difícil dispensar uma boa feijoada, principalmente se ela vier acompanhada do tempero e da vista que só o restaurante Assucar reserva na cidade. Pagando R$ 25,90 o cliente pode degustar o buffet completo de feijoada, que inclui paio, lingüiças calabresa, matuta e portuguesa, bacon, couve à mineira, arroz, farofa e farofa matuta, laranja, além, é claro, do feijão preto temperado.

Para completar o buffet e transformá-lo em uma opção ainda mais irresistível, a casa conta com uma banda de chorinho para embalar as tardes de sábado. E se a combinação do chorinho com a comilança der sono, não tem problema, é só pedir um cafezinho e ficar curtindo a vista até ganhar coragem de ir embora. Agora se bater o peso na consciência, aproveite a segunda-feira e troque o almoço pelo buffet de saladas do restaurante, afinal, nada como a consciência tranqüila e a tentação atendida.

2 comentários:

Homero disse...

Prezada Eliza,
Bem escrita sua critica gastonômica sobre a feijoada do
Assucar! Dá vontade de comer!!! Se estivesse em seu lugar, eu não dispensaria a crônica do alcool que, por acaso, é derivado da cana de acucar! E por falar em cana, nada melhor do que um caldinho dessa maravilhosa feijoada com o nosso regionalíssimo aguardente. Cairia, também, em grande estilo, o acompanhamento de uma bem preparada caipirinha. Aconselho introduzir, sempre que possível,uma bebida para acompanhar o prato. Sem alcool não dá!!!
parabéns
Homero

Cacimba de Letras disse...

Tio Mero, só você pra fazer uma crítica com tanto estilo! Pode deixar que vamos "introduzir, sempre que possível, uma bebida para acompanhar o prato". Brigada, viu? Beijão!
Eliza