sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Sal e pimenta

Por Eliza Brito
Imagem: Google

Temperos e molhos suavizam e dão gosto e graça à vida e aos alimentos. Como na culinária, a existência precisa de sal para valer a pena. A canela é doce e amarga ao mesmo tempo, como toda mulher. Já a pimenta é picante como o sol. Esses e outros ensinamentos tocam e encantam, da maneira como o faz o filme O Tempero da Vida, de Tassos Boulmetis.

Narrando a história de Fanis, um menino turco que é deportado com a família para a Grécia, na época da guerra, o filme mostra que a comida é o que melhor representa uma cultura e o que melhor representa a vida. Apaixonado pelo avô, é com ele que Fanis aprende as lições culinárias e filosóficas necessárias para guiar toda a sua vida. E é com a história de Fanis que a narrativa emociona e maravilha.

Para quem duvida do valor da culinária ou para quem se encanta com ela, o filme é sugestão obrigatória.

Um comentário:

Sergio disse...

Eliza parabéns pela colocação que a canela é doce e amarga ao mesmo tempo como toda mulher,não apenas um belo comentario mas uma boa indicação para os apreciadores de bons filmes.